Como era de se esperar, os Estados Unidos tem a China como alvo dos programas de espionagem massiva conduzidos pela Agência de Segurança Nacional (NSA na sigla em inglês). É o que mostram nesta segunda-feira, 24/3, reportagens da Der Spiegel e do New York Times, mais uma vez baseadas em documentos obtidos pelo ex-funcionário da NSA e da CIA, Edward Snowden.

Nesse capítulo, a fabricante de equipamentos Huawei foi particularmente espionada em uma operação específica iniciada em 2007 – e que mais tarde recebeu um codinome próprio, ‘Shotgiant’. O objetivo era garantir acesso às backdoors nos equipamentos chineses, a serem usadas naqueles casos onde os clientes preferiram evitar os produtos americanos.

“De acordo com uma apresentação sigilosa, os agentes da NSA não apenas tiveram acesso aos arquivos de e-mail como ao código fonte secreto de diversos produtos da Huawei”, diz a alemã Der Spiegel, que cita uma dessas apresentações onde é afirmado que “Temos um acesso tão bom e tantos dados que não sabemos o que fazer com isso”.

Os documentos também tratam a fabricante chinesa – a segunda maior fornecedora de equipamentos de rede do planeta, atrás da americana Cisco – como uma ameaça. E justificam a espionagem porque “muitos de nossos alvos se comunicam através de produtos fabricados pela Huawei e queremos ter certeza de saber explorar esses produtos para acessar redes de interesse”.

Denúncias anteriores já indicaram que os Estados Unidos conseguiram espionar redes de telefonia móvel na China. E vale lembrar que a Huawei tem grandes dificuldades de entrar no mercado americano por conta de acusações de que tanto essa empresa como a ZTE, também da China, são usadas para viabilizar ‘backdoors’ ao governo chinês.

Fonte: Convergia Digital

Oliveira Lima

Oliveira Lima

Oliveira Lima atua na área de segurança da informação há 10 anos, especialista em Pentest, Analise de vulnerabilidades e Hardering. Dedica-se também a pesquisas e analise de malware. Criou o Blog roothc.com.br, com intuito de manter o publico atualizado sobre noticias do mundo Linux e hacking, alem de dividir conhecimentos e propor debates.
Oliveira Lima